Fisl 10: Serpro economiza R$ 371 mi

O Governo Federal conseguiu economizar cerca de R$ 371 milhões com a adoção de software livre.

O valor é o correspondente à compra de licenças de software para 144 mil computadores que hoje trocam Windows por Linux, informou Marcos Mazzoni, diretor presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados, nesta quarta-feira, 24, durante o Fisl 10.

“Contabilizamos o que seria a compra de licenças para alguns projetos e a sua substituição por software de código aberto”, declarou o presidente do Serpro ao apresentar a palestra ‘Software Livre no Governo Brasileiro’.

Segundo o profissional, todas as ações de inclusão digital do governo utilizam software livre. Entre os exemplos citados estão os telecentros (cerca de 4.800 em todo o país), as ações Computador Para Todos, Laptop para Professores, Casa Brasil, Um Computador Por Aluno e TV digital.

Além de utilizar soluções já consolidadas, um grupo de 2.500 profissionais é responsável (a empresa conta com 11.500 ao todo) por desenvolver novas soluções como Demoiselle, Expresso, Cacique, I3Geo, Xemelê, e-proinfo e Sisau-Saci-Contra – que estão sendo apresentadas no evento até o sábado, 27.

Fonte: Baguete

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.