Procempa espera receita de R$ 90 mi

A Procempa estima alcançar, em 2009, receita de R$ 90 milhões. Para tanto, a empresa pública, que possui 254 empregados e 94 estagiários, aposta em inovações e economia – como a rede VoIP, que este ano deve reduzir em R$ 8 milhões os custos telefônicos da prefeitura de Porto Alegre.

A ferramenta de telefonia, que interliga todos os órgãos da administração municipal, reduz custos por meio da Rede Digital de Telefonia Municipal (RDTM), que escolhe a menor tarifa oferecida entre as operadoras que atuam no sistema para cada ligação.

A estrutura é garantida pela Procempa, que também assegura a intercomunicação municipal via Internet wireless. O sistema de ponto-multiponto, equipado pela Motorola, permite acesso com capacidade de um a sete megas. Hoje, todas as 93 escolas de Porto Alegre já trabalham na rede wireless, assim como diversas unidades de saúde e outros órgãos da administração.

E para breve novidades tecnológicas podem ser aguardadas na capital. Segundo o presidente da Procempa, André Imar Kulczynski, o DMAE ganhará um novo sistema de telemetria, que otimizará a gestão de frota e os serviços realizados na rua, tudo via web. Além disso, os guardas municipais de trânsito também receberão um sistema de conexão e as 143 unidades de saúde da cidade passarão a ter todos os seus serviços na rede.

O sistema  vídeo-monitoramento das vias públicas também será ampliado, passando a incluir o trecho entre o Beira Rio e o Barra Shopping Sul, informa o colunista Políbio Braga. Desde novembro, a EPTC já tem uma sala de controle de acompanhamento do tráfego das zonas centrais da cidade, em tempo real.

Também será ampliado o sistema de transmissão de imagens das 14 câmeras de vigilância hoje utilizadas pela Brigada Militar. A rede, baseada na tecnologia web server, compartilha informações entre os órgãos da polícia e da prefeitura, reduzindo custos transmissivos e de manutenção.

Novo mainframe
A Procempa também está em processo de instalação de um novo mainframe da IBM. A companhia adquiriu, por cerca de R$ 5 milhões, um pacote com solução de hardware, software, treinamento, migração de dados e suporte que lhe permitirá migrar sistemas que hoje atuam sobre uma plataforma com mais de 12 desatualizações acumuladas.

O assunto foi matéria no Baguete, que pode ser conferida na íntegra pelo link abaixo.

Fonte: Baguete

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.