Segurança: Oracle abre código

A Oracle anunciou a contribuição de um código de proteção da integridade dos dados para a comunidade Linux. A contribuição foi aceita no kernel do Linux 2.6.27.

O novo código permite que o Linux forneça pontos de verificação adicionais e ajude a eliminar a corrupção silenciosa dos dados, ao diminuir o potencial de gravação de dados incorretos no disco, reduzindo erros nos aplicativos e no banco de dados, além da indisponibilidade do sistema, informa a multinacional americana.

Desenvolvido em parceria com a Emulex, o novo código de proteção da integridade dos dados é baseado em padrões existentes de armazenamento e permite que informações importantes sobre a proteção dos dados sejam utilizadas pelo kernel do Linux pela primeira vez.

O que está incluído
A contribuição da Oracle inclui suporte genérico para integridade dos dados nas camadas de bloco e arquivo do sistema, bem como suporte para o Modelo de Informações de Proteção T10 (antes conhecido como DIF) e para as Extensões de Integridade dos Dados.

O código desenvolvido pela Oracle é a primeira implementação do padrão do Modelo de Informações de Proteção T10 para um sistema operacional.

Fonte: Baguete

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.