Kassab vai recorrer da multa de R$ 5.320 pelo "checão" do Metrô

SÃO PAULO – O prefeito Gilberto Kassab (DEM), candidato à reeleição em São Paulo, disse nesta sexta-feira que vai recorrer da decisão da Justiça Eleitoral que multou a sua campanha em R$ 5.320,50 por causa do evento em que entregou um cheque de R$ 198 milhões ao governador José Serra (PSDB) para obras do Metrô. Ele disse ainda que a multa é irrelevante e que tem certeza de que não terá de pagar. Kassab voltou a dizer que a decisão da Justiça foi tomada antes de terem chegado os esclarecimentos do Metrô sobre a entrega do “checão” e que a multa, aparentemente “irrelevante” será contestada.

– Essa multa, que parece irrelevante, de R$ 5 mil, nós vamos recorrer. E tenho certeza que não vamos pagar, porque chegando os esclarecimentos adicionais, vai ficar claro que aquele era um evento eminentemente administrativo – afirmou, depois de visitar o 300º Telecentro da cidade, na Vila Jacuí.

A multa contra Kassab foi determinada pela 1ª Zona Eleitoral, que também julgou, na quinta-feira, improcedente o pedido de impugnação da candidatura do prefeito, impetrado pela campanha de sua adversária Marta Suplicy (PT). A petista acusou o uso da máquina pública na cerimônia para o repasse de verbas da prefeitura para o Metrô. No evento, Kassab entregou ao governador um grande cheque simbólico, de cerca de dois metros, de R$ 198 milhões. Kassab defendeu a realização do evento.

– Era um momento administrativo que merecia sim uma solenidade. Afinal de contas, eram recursos dos paulistanos sendo transferidos para o governo do estado, depois de 30 anos (sem participação da prefeitura no Metrô) – disse.

Dando razão a Marta Suplicy, o candidato do DEM, no entanto, negou as afirmações da adversária, de que estaria de salto alto.

– Ela que está certa, é uma questão de respeitar o eleitor. Tanto ela quanto eu temos que ter muita humildade, porque as eleições acontecem no domingo, e a minha candidatura e a minha campanha tem tido essa postura.

Nesta tarde o prefeito candidato deve se preparar para o debate desta noite da TV Globo seguindo, como garantiu, o tom “propositivo” que garante ter tido como linha em toda a campanha. Ele evitou comentar a estratégia que vai utilizar no enfrentamento direto com a candidata do PT, mas observou que vai apresentar “muitas propostas”.

– Vamos nos concentrar nas apresentações de idéias e propostas, porque o que o eleitor quer saber é qual dos candidatos têm uma melhor equipe e é melhor para administrar São Paulo.

Na agenda como prefeito no 300º Telecentro criado pela prefeitura, na Vila Jacuí, Zona Leste de São Paulo, Kassab fez uma crítica indireta à proposta de Marta de instalar internet grátis na cidade. Ele prometeu terminar uma eventual segundo mandato com 600 Telecentros instalados para inclusão digital.

Fonte: O Globo Online

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.