Service IT remodela armazenamento da Celepar

A Service IT Solutions, de Porto Alegre, acaba de agilizar o armazenamento de dados da Celepar – Companhia de Informática do Paraná. Em um projeto de R$ 5 milhões, a empresa gaúcha implementou soluções que garantirão a disponibilidade e segurança de documentos da organização cliente por até 70 anos.

Antes da implantação, o alto volume de dados da Celepar era armazenado em cartuchos com memória de no máximo 800 mb. Porém, por não receberem arquivos de servidores diferentes, muitos destes equipamentos apresentavam capacidade ociosa.

Ou seja, desperdício de espaço e dinheiro que resultava em lotação de espaço físico, ocupado por prateleiras que armazenavam mais de 22 mil mídias móveis. Além disso, todo o processo de gestão dos dados era manual, controlado por fichas classificadas por nome e assunto que indicavam em qual hardware estava o documento procurado.

Para otimizar o processo todo, a Service IT implementou organização um robô, fisicamente composto por uma máquina responsável pela inteligência e outra pelo arquivamento das mídias, que agora executa toda a gestão das informações. A solução foi desenhada em parceria com a IBM e utiliza código de barras para localizar os materiais.

Outra questão a resolver era a presença de diversos tipos de tecnologia na empresa paranaense. A solução foi a adoção de um equipamento multiplataforma. Desta maneira, o robô passou a aceitar os servidores de plataforma alta, (mainframe zSeries, da IBM), média (Risc) e baixa (x86), além de sistemas operacionais Linux, Windows e Vmware.

“A modernização resultou em um ambiente ágil e versátil, que promove a interligação dos recursos de storage com os servidores, além do gerenciamento efetivo dos volumes de armazenamento disponíveis”, explica José Anísio Salazar, gerente de TI da Celepar. “E ainda ganhamos em unificação de procedimentos internos, implantação de sistemas com níveis de segurança compatíveis com a importância dos dados e utilização de Raid de diferentes configurações e níveis. Sem falar na economia de energia elétrica”, complementa.

Para se ter uma idéia da mudança, após a implementação da Service IT as 22 mil mídias da Celepar, assim como todo o espaço físico que ocupavam, foram substituídos por cartuchos de 700 GB que podem ser comprimidos até três vezes. Já os antigos quatro drives físicos de backup do mainframe foram virtualizados, convertendo se por meio de uma VTS (Virtual Tape Server) em centenas de drives web, que otimizam a janela de backup.

Resultado: a Celepar ganhou uma nova sala. Hoje, no lugar das antigas prateleiras de mídias, funciona a unidade de Help Desk da Companhia.

Fonte: Baguete

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.