Computadores de baixo custo para acesso à internet são destaques …

Agências internacionais

RIO – O aumento na demanda de países emergentes por computadores portáteis de baixo custo e notebooks menores para acesso à internet está direcionando as atenções dos fabricantes de computadores, de sistemas operacionais e de processadores presentes na Computex, segunda maior feira de computação do mundo, que acontece em Taipé. O evento, que abriu as portas na terça-feira traz, entre os principais destaques, novos modelos dos chamados netbooks – laptops de baixo custo para iniciantes com acesso sem fio à web – e nettops – modelos de computadores de mesa mais baratos do que os desktops tradicionais. (Leia também: Microsoft quer ampliar uso do Windows em computadores portáteis de baixo custo)

Um dia depois de a Microsoft anunciar que quer ampliar o uso do sistema operacional Windows em PCs e portáteis de baixo custo, e de a Intel revelar seu chip para este mercado – que deve chegar a US$ 10 bilhões -, as fabricantes Asustek e MSI anunciaram novos modelos de seus portáteis de baixo custo e acesso à web. (Leia também: Intel lança linha de chip Atom para PCs portáteis)

Foto: Reuters / Vista panorâmica da Computex, segunda maior feira de computação do mundo, que acontece em TaipéO popular Eee, subnotebook de 900 gramas da Asustek, ganhou três novas versões, denominadas 901, 1000 e 1000H. Entre as novidades dos modelos estão os 20 GB de armazenamento em chips de memória flash (SSD), a tecnologia híbrida que permite bateria com autonomia de 7,8 horas, o novo chip Intel Atom, câmera digital embutida de 1.3 megapixel e capacidade de rodar tanto Windows quanto Linux. Os modelos 901 e 1000 têm telas de 8,9 e 10 polegadas, respectivamente. Ainda não há previsão de oferta dos modelos fora do mercado asiático. (Leia também: SanDisk lança apostas para aproveitar tendência dos notebooks de baixo custo).

A feira, que reúne cerca de 1.700 expositores de todo o mundo, abrigou ainda o lançamento do MSI Wind U100, da fabricante MSI, netbook que traz tela de 10 polegadas e tem versões que funcionam com Windows e com Linux. Com chip Intel Atom de 1.6 GHz, o modelo traz ainda 1 GB de memória RAM e 80GB de disco de armazenamento. Começa a ser vendido em junho na Ásia, segundo o Engadget.com, com previsão de lançamento nos Estados Unidos ainda este ano por US$ 399 (Linux) e US$ 499 (Windows).

A fabricante Acer também aproveitou a Computex para lançar oficialmente o novo notebook de baixo custo Aspire One. O modelo, que deve custar entre US$ 400 (Linux) e US$ 600 (Windows), traz tela de 8,9 polegadas de monitor LED, chip Intel Atom de 1.6GHz, câmera digital embutida de 1.3 megapixel e 80GB de disco rígido.

Enquanto isso, no Brasil…

O primeiro modelo do Eee PC, da Asustek, chegou ao país em janeiro de 2008 ao preço médio de R$ 1.200. Na última semana de maio, no Brasil, a fabricante Positivo deu início à oferta do Mobo, subnotebook voltado para a mobilidade e cujo preço – até R$ 1 mil -se equipara aos portáteis de baixo custo.

Leia também:

SanDisk lança apostas para aproveitar tendência dos notebooks de baixo custo

Intel lança linha de chip Atom para PCs portáteis

Fonte: O Globo Online

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.