Microsoft quer ampliar uso do Windows em computadores portáteis de …

O Globo Online

Foto: arquivo ReutersTAIPÉ – A gigante dos softwares Microsoft afirmou que quer ampliar a oferta do sistema operacional Windows para computadores pessoais de baixo custo, aproveitando o momento de explosão global nas vendas de notebooks baratos, informou executivo da fabricante nesta terça-feira. (Leia também: SanDisk lança apostas para aproveitar tendência dos notebooks de baixo custo).

– Distribuidores, varejistas ou consumidores. As pessoas estão de fato procurando aparelhos baseados em Windows – afirmou Steven Guggenheimer, vice-presidente de produção de equipamentos originais da Microsoft, a repórteres na Computex, segunda maior feira mundial de computadores, iniciada nesta terça-feira.

Distribuidores, varejistas ou consumidores. As pessoas estão de fato procurando aparelhos baseados em Windows (Steven Guggenheimer, da Microsoft)


Segundo Guggenheimer, clientes e parceiros da Microsoft estão deixando claro que querem Windows também em netbooks e nettops. Os netbooks são modelos de laptops de baixo custo que atendem em geral a estudantes e outros usuários iniciantes nos PCs em mercados emergentes. Já nettops são computadores de mesa muito mais baratos que os desktops tradicionais.

Na última semana de maio, no Brasil, a fabricante Positivo deu início à oferta do Mobo, subnotebook voltado para a mobilidade e cujo preço – até R$ 1 mil -se equipara aos portáteis de baixo custo.

A companhia está de olho especialmente em computadores que nasceram como projetos para atender a programas de democratização e inclusão digital, e que ganharam versões comerciais. Entre os modelos de computadores portáteis considerados netbooks estão o Eee PC, da Asustek Computer, o XO da Fundação One Laptop Per Child, e o Classmate, da Intel.

O computador Eee PC, da Asustek Computer, está entre os que mais ganham popularidade e muitos fabricantes se juntam à tendência, lançando modelos similares.

– Temos acompanhado muitas demandas pelo Windows no Eee – afirmou o diretor-executivo da Asustek, Jerry Sheen, em comunicado nesta terça-feira. – É ótimo ver que a Microsoft está mirando essa demanda e estará oferecendo uma solução Windows para esses eletrônicos – completou.

A Asustek aposta que a venda do Eee PC deverá dobrar no mundo para 10 milhões de unidades em 2009, já que a estimativa de vendas de laptops de baixo custo é de patamares entre 20 e 30 milhões de unidades pelo mundo no próximo ano.

Fonte: O Globo Online

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.