Windows será trocado por Linux em eleições

BRASÍLIA – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou nesta sexta-feira a adoção de um novo software para as urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições municipais de outubro. O Windows será substituído pelo Linux. A mudança será feita em todas as 430 mil urnas armazenadas. Outras 50 mil urnas já foram compradas com o novo sistema instalado. O Linux também será usado na totalização de votos, na transmissão de dados e na divulgação do resultado das eleições. A medida deve significar economia de até R$ 4 milhões ao TSE.

– Como o Linux é um programa livre, não é preciso pagar licença – explicou o diretor-geral do tribunal, Athayde Fontoura Filho.

Nós estamos com um sistema totalmente aberto para acompanhamento por aqueles que tenham interesse legítimo. Não há o que esconder, não há o que escamotear


Segundo a legislação eleitoral, todos os programas de informática usados nas eleições brasileiras podem ser alvo de fiscalização do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dos partidos políticos. A partir de hoje, até setembro, técnicos representantes dessas entidades poderão testar os sistemas em uma sala na sede do TSE, em Brasília. A intenção é demonstrar que os programas são seguros, à prova de fraudes.

– A nossa urna eletrônica não é algo que se mostra sob sigilo. O que desejo firmar é que nós estamos com um sistema totalmente aberto para acompanhamento por aqueles que tenham interesse legítimo. Não há o que esconder, não há o que escamotear – ressaltou o ministro Marco Aurélio, presidente do TSE.

Fonte: O Globo Online

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.