Emissoras do Rio recebem autorização para operar sinais de TV digital

Rede Globo

Agência Brasil / Imagem de arquivo do ministro das Comunicações Helio CostaRIO – O ministro das Comunicações, Hélio Costa, assinou nesta terça-feira, em solenidade no Centro do Rio, a consignação dos canais do Sistema Internacional de TV Digital para a cidade. Na prática, a autorização permitirá que sete emissoras ofereçam mais um canal para fazer as transmissões de suas programações pelo sistema analógico que existe atualmente e também pelo digital, simultaneamente. (Leia mais: TV digital estreou em São Paulo, em dezembro)

A idéia é que as transmissões teste sejam iniciadas em 90 dias, juntamente com a venda de conversores digitais (set top boxes) a pelo menos R$ 250 – preço bem abaixo dos modelos à venda em São Paulo por cerca de R$ 400, informou o ministro (Clique aqui e confira mais detalhes na edição de O Globo desta quarta-feira – exclusivo para assinantes).

Inicialmente, sete emissoras receberam a consignação: TV Ômega Ltda (Rede TV); TV Globo; SBT (Sistema Brasileiro de Televisão); Rede Record; TV Bandeirantes; TV Corcovado e TV Brasil (Radiobrás).

O sistema de TV digital brasileiro começou a operar em dezembro de 2007, apenas na cidade de São Paulo. Segundo o ministro, as emissoras do Rio de Janeiro terão até julho deste ano para começar as transmissões digitais.

O ministro ressaltou que a TV digital terá imagens de alta definição e som com maior qualidade, e que vai revolucionar a televisão brasileira.

A TV digital tem que ser vista também como uma ferramenta de trabalho, principalmente de educação, de cultura, de informação (Helio Costa)


– A TV digital tem que ser vista também como uma ferramenta de trabalho, principalmente de educação, de cultura, de informação, que vai ajudar na formação da política de segurança pública, de comunicação, de saúde pública. Tudo isso faz parte dos programas que a TV digital vai poder estabelecer – disse Hélio Costa.

O ministro informou ainda que o governo liberou uma linha de crédito para indústrias e lojas de eletrodomésticos com o objetivo de baratear o preço dos conversores, aparelhos que serão necessários para captar o sinal digital. Os modelos à venda atualmente na cidade de São Paulo custam, em média, R$ 700. A expectativa de Hélio Costa é que o aparelho possa custar em torno de R$ 200.

De acordo com o cronograma oficial de outorgas da TV Digital, as cidades de Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Rio de Janeiro e Salvador têm até julho de 2008 para iniciar as operações comerciais do sistema digital. O sistema atual, analógico criado na década de 50, vai continuar operando até 2016.

Leia também:

Conversor de TV digital custará US$ 10 nos EUA

TV digital estréia com anúncio de financiamento para conversor

Fonte: O Globo Online

Publicado por Marcus Vinícius

Consultor e Desenvolvedor WEB/VOIP, atua em projetos pela Innovus desde 2003, focado no desenvolvimento de soluções de telefonia IP utilizando o software Asterisk. Contribuidor ativo dos portais VoIPCenter, AsteriskOnline e AsteriskBrasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.